Sem categoria

Dicas de economia financeira, para você colocar em prática hoje mesmo.

Hoje em dia, manter uma vida financeira organizada parece uma tarefa impossível. Apesar de possuir um perfil cauteloso com gastos, mais de 60% dos brasileiros não gostam ou não tem o hábito de planejar os suas despesas.  A pesquisa mostra o quanto planejamento financeiro parece não fazer parte da cultura dos brasileiros, especialmente entre os mais jovens.

A organização financeira, no entanto, é essencial para que você consiga atingir o seu patrimônio e alcance seus objetivos, sejam eles de curto, médio ou longo prazo. E quanto mais cedo você começar, melhor. É possível até mesmo se organizar para conseguir se aposentar mais cedo e com uma renda melhor, por exemplo.

Organização financeira é uma questão de criar certos hábitos. Nesse artigo nós separamos algumas dicas de economia financeira bem simples que vão te ajudar a organizar suas finanças, e que você pode colocar em prática hoje mesmo.

Segue algumas dicas

1 – Pague suas dívidas.

Atrasar pagamentos e deixar dívidas acumuladas é um dos principais empecilhos para organizar suas finanças, uma vez que gera juros e outros tarifas que podem pesar muito lá para a frente. É possível até chegar a um ponto em que todo o seu rendimento acabe destinado ao pagamento de juros e outras taxas recorrentes de suas dívidas.

Por isso, um primeiro passo, e talvez o mais importante, é listar todas as suas dívidas e, uma a uma, quitar todas elas. Caso isso seja impossível (se você não tiver os recursos necessários para quitar todas as dívidas de uma vez), você pode tentar negociá-las, dividindo-as em parcelas que caibam no seu orçamento mensal.

2 – Saber exatamente quanto você ganha

Muitas pessoas consideram como ganho mensal o valor do seu salário, o que é um erro, uma vez que não leva em conta descontos de tributação, plano de saúde, benefícios e etc… É importante então, antes de mais nada, que você tenha consciência do seu salário líquido, ou seja, quanto você recebe descontadas todas essas tarifas.

Tendo isso em mente, é possível saber quanto de fato você poderá gastar, guardar, e etc … Se você possui ganhos extras, como o aluguel de um imóvel, por exemplo, isso pode ser contabilizado como parte da sua renda. Agora, se você recebeu dinheiro por uma venda, esse valor deverá ser contabilizado como ganho extra, podendo ser guardado ou investido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *