Economia Novidades

Waack: Governo prevê uma das maiores alíquotas do mundo

A alíquota no novo imposto sobre consumo criado pela reforma tributária será de aproximadamente 27%

O que estava sendo previsto está se confirmando.

O Brasil terá uma das alíquotas mais elevadas do mundo no novo imposto sobre o consumo que será criado pela reforma tributária.

De acordo com o próprio Ministério da Fazenda, aproximadamente 27%.

Mas como assim? Algo em torno? É que ainda não se sabe com precisão.

O governo entregou hoje ao Senado um estudo que modela possíveis alíquotas.

As projeções são bastante sólidas, afirma o Ministro da Fazenda. Contudo, ao mesmo tempo, são frágeis como odores ou aromas no ar.

Entretanto, o que realmente traz preocupação é uma carga tributária substancial.

Isso ocorre porque tudo dependerá das decisões a serem tomadas posteriormente, ou seja. Quais são as exceções, regimes diferenciados, incentivos, e assim por diante.

Esses fatores, ao final, determinarão qual será a alíquota desse imposto que, alega-se, simplificará.

O foco do governo, de qualquer forma, está na receita.

O governo também preparou hoje uma nova medida provisória que engloba valorização do salário mínimo, alterações nas faixas de isenção do imposto de renda e, claro, aumento na tributação.

Salário mínimo e novas faixas de isenção implicam aumento de despesas.

No que diz respeito à tributação, a intenção é taxar os rendimentos obtidos por pessoas jurídicas no exterior – as offshores – que são controladas por pessoas físicas aqui.

O complicado cenário ainda está sendo analisado no âmbito da mencionada reforma ministerial.

Isso é o preço que o Centrão cobra para que o governo possa obter mais receitas.

FONTE: Willian Waack- CNN BRASIL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *